Pod Informar Nº 8 | agosto 2023

Quando esta edição da Pod Informar chegar às vossas mãos estaremos a comemorar o 97º aniversário da criação do Conselho Regional de Lisboa (CRLisboa), na origem, Conselho Distrital de Lisboa (CDLisboa), tal como era mencionado no Decreto-Lei n.º 12:334 de 18 de setembro de 1926. Já falta pouco para os 100 anos e nesta edição quisemos recordar a sua criação e percorrer alguns momentos marcantes da sua história.

Assim, no Tema de Fundo deste mês, vai encontrar um retrato da evolução do CRLisboa – do seu funcionamento, pessoal e das ‘casas’ por onde passou a sua sede – e uma cronologia detalhada com muitos apontamentos históricos ao longo dos seus 32 Triénios e 27 Presidentes, desde 1927 até aos dias de hoje. A ‘cereja em cima do bolo’, são os textos de opinião de alguns dos anteriores presidentes do CDLisboa/CRLisboa, que nos honraram com o seu testemunho.

Na Academia do Advogado, o destaque vai para a rubrica sobre a Doutrina, este mês sobre “O Dever de Informação nos Contratos de Trabalho à luz das alterações impostas pela Lei n.º 13/2023, de 3 de abril”, com o comentário da autoria de Cátia Fontes Oliveira. Como sempre, pode ficar a par da informação atualizada da Formação, Legislação, Jurisprudência e Serviços do CRLisboa – este mês esta rubrica é dedicada à Secção de Inscrições – sem esquecer os vídeos e e-publicações organizadas pelo CRLisboa.

O vosso Colega,
João Massano

LEIA AGORA

Versão integral em PDF

 



Formação
Os Novos Desafios do Regulamento de Inteligência Artificial

Conferência Modelo Híbrido
Os Novos Desafios do Regulamento de Inteligência Artificial
25 de junho de 2024 das 14h30 às 18h00

Destaques CRL
POD INFORMAR n.º 17 | 50 anos do 25 de abril, Liberdade de Expressão e Advocacia

A revista institucional do CRLisboa, a POD INFORMAR, passa a estar disponível em formato completamente digital em https://podinformar.pt/

arquivo
POD ESCLARECER | 25 de abril, 50 anos com Daniel Proença de Carvalho Episódio 91

Daniel Proença de Carvalho, um dos mais conhecidos Advogados da praça portuguesa, inscreveu-se na Ordem dos Advogados em 1968. É uma figura incontornável da sociedade portuguesa ainda antes do 25 de abril.